levitra online

Tag Archive | "Crack"

Tags: , ,

Crack, um desafio social



ENTREVISTA / Luis Flavio Sapori

Luis_Flavio_Sapori_med.jpgDentre as drogas ilícitas mais consumidas no Brasil, o crack é a que gera mais usuários compulsivos. Segundo especialistas, os danos sociais, que o seu consumo e comércio causam são muito superiores àqueles provocados pela maconha, a cocaína em pó ou o ecstasy.

Na região metropolitana de Belo Horizonte, por exemplo, as implicações do crack na saúde e na segurança pública são tão significativas que se tornaram foco de uma grande pesquisa intersetorial realizada entre dezembro de 2008 e julho de 2010 pelo Centro de Pesquisas em Segurança Pública (Cepesp) da PUC Minas e o Centro Mineiro de Toxicomania/Fhemig, com financiamento do CNPq. O estudo resultou no livro “Crack – um desafio social” (Ed. PUC Minas), organizado por Luis Flavio Sapori e Regina Medeiros e lançado em dezembro passado. ler mais

Posted in NotíciasComments Off on Crack, um desafio social

Tags: , , , ,

Médicos desconhecem como tratar dependentes de crack



Conselho Federal de Medicina vai definir orientações para profissionais no primeiro semestre de 2011

O consumo de crack no Brasil se tornou uma epidemia e, por enquanto, está absolutamente fora do controle das autoridades e das famílias brasileiras. Políticas de prevenção, tratamento e repressão ainda pouco eficientes preocupam a classe médica, que precisa atender os que sentem o efeito devastador da droga e responder às angústias de famílias que chegam aos hospitais sem saber o que fazer com os filhos. Até agora, eles dizem não saber como fazer isso. ler mais

Posted in NotíciasComments Off on Médicos desconhecem como tratar dependentes de crack

Tags: , ,

Maconha, porta de saída?



A epidemia de crack é um dos fenômenos mais sérios na interface entre saúde pública e segurança. O que a faz particularmente grave é a reconhecida dificuldade de superar a dependência química. Pois bem, a Universidade Federal de São Paulo realizou pesquisa com 50 dependentes químicos de crack que foram submetidos a um tratamento experimental de redução de danos. Sob a coordenação do psiquiatra Dartiu Xavier, o grupo foi tratado com maconha. Daquele total, 68% trocou o crack pela maconha. Ao final de três anos, todos os que fizeram a troca não usavam mais qualquer droga (nem o crack, nem a maconha). Anotem aí: todos.

Imaginei que, com a divulgação destes resultados por Gilberto Dimenstein, na Folha de S. Paulo em 24 de maio, haveria grande interesse sobre o estudo. Nada. A resposta ao mais impressionante resultado de superação da dependência de crack no Brasil foi o silêncio. O uso medicinal da maconha tem sido admitido em dezenas de países, inclusive nos EUA. Por aqui, o tema segue interditado pela irracionalidade. É evidente que o consumo de maconha pode produzir efeitos danosos. Sabe-se que o abuso pode conduzir o usuário a problemas de concentração e memória e que em determinadas pessoas o uso está correlacionado à precipitação de surtos esquizofrênicos. Daí a criminalizar seu consumo e impedir experiências destinadas ao uso medicinal vai uma distância que tende a ser percorrida pela intolerância e pelo obscurantismo.

Para ler o texto completo, clique aqui.

Posted in Notíciascomentários (0)

Tags: , ,

Cara a cara com crack



mesa-principalAs operações policiais realizadas recentemente nas chamadas cracolândias de São Paulo e Rio de Janeiro, quando as autoridades detiveram e enviaram para abrigos e delegacias cerca de cem pessoas, refletem a falta de planejamento na abordagem ao uso de crack nas ruas das capitais brasileiras.

As ações foram criticadas pelo próprio coordenador da Área Técnica de Saúde Mental do Ministério da Saúde, Pedro Gabriel Delgado, durante o seminário “Crack: repensando as estratégias de atenção à saúde”, realizado pelo Viva Rio. Rubem César Fernandes, diretor-executivo da organização, explicou que remover os usuários de crack de um determinado ponto não soluciona o problema pois eles acabam voltando. “Precisamos de uma estratégia de saúde baseada em uma aproximação com aqueles que usam a droga. Se não se cria confiança, os usuários simplesmente se escondem mas o problema continua”, disse. ler mais

Posted in Notíciascomentários (0)

Tags: , , , ,

Crack é fator de risco para a violência urbana



A1Enquanto o país aguarda a criação um grupo nacional de policiais especializado na repressão ao crack, conforme anunciado pelo Secretário Nacional de Segurança Pública Ricardo Balestreri, Minas Gerais pesquisa, discute e propõe alternativas para o combate à droga no cenário nacional.

Pelo menos é o que pretende a pesquisa que está sendo realizada pelo coordenador do Centro de Pesquisa de Segurança Pública da PUC Minas (Cepesp) e secretário Executivo do Instituto Minas Pela Paz, Luis Flávio Sapori (foto). ler mais

Posted in Notíciascomentários (0)

Tags: , , , , ,

Crack/Cocaína



De volta ao tema das drogas, é pelo menos irônico que enquanto os Estados Unidos discutem a revisão da sua legislação sobre crack no sentido da redução das penas associadas ao seu tráfico e consumo, o Brasil o faça na direção da ampliação delas.

Por lá, a legislação em vigor foi adotada na década de 80, em resposta à expansão do consumo de crack nas grandes cidades do país e à disseminação de informações de que ele seria muito mais aditivo do que outras drogas, provocaria comportamentos violentos, causaria ler mais

Posted in Notíciascomentários (0)