levitra online

Tag Archive | "saúde"

Tags: , , ,

A perspectiva da redução de danos



A Lei de Drogas em vigor no Brasil, aprovada em 2006, teve desde sua origem, diversas críticas no tocante a suas limitações, no entanto ela é, sem duvida, um avanço em certos aspectos em relação às legislações anteriores. ler mais

Posted in NotíciasComments Off on A perspectiva da redução de danos

Tags: , , , , , , , ,

Relatório da Comissão Global de Política sobre Drogas



Comision_Global_capa_livroLíderes pedem nova política de drogas para a ONU

Desde que o presidente norte-amerciano Richard Nixon declarou há 40 anos a guerra mundial contra as drogas, a grande maioria dos dirigentes mundiais se alinhou com esta política proibicionista. Mas agora, pela primeira vez em meio século, um grupo de líderes de alto nível pediu à ONU que reavalie este modelo e adote de maneira urgente um mais eficiente e humano. ler mais

Posted in Destaquecomentários (0)

Tags: , , , , , , ,

“Guerra às drogas mostrou-se ineficiente”, afirma presidente da Fiocruz



A Comissão Brasileira sobre Drogas e Democracia produziu um relatório, liberado em abril, após 18 meses de debates, no qual conclui que a maconha é a droga ilícita com menor potencial nocivo à saúde. O documento, que deve ser entregue ao governo em julho, propõe uma forma alternativa de combate ao problema, visto que “alcançar um mundo sem drogas revelou-se um objetivo ilusório”.

A instituição, formada por especialistas de diversas áreas, como saúde, direito, jornalismo, segurança pública, atletas, movimentos sociais, entre outras, pede que se realize um “debate franco” sobre o tema e que seja discutida a regulação da produção da maconha para consumo próprio e a descriminalização do seu uso. O relatório cita ainda os exemplos de Espanha, Holanda e Portugal, que adotaram medidas semelhantes às indicadas pela Comissão.

A CartaCapital conversou sobre o relatório com o presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Comissão Brasileira sobre Drogas e Democracia, o médico Paulo Gadelha, que defende a “despenalização” do usuário, ou seja, ainda há o crime, mas sem prisão como punição.

CartaCapital: O relatório propõe uma nova abordagem no combate às drogas. Qual seria a maneira mais adequada de lidar com o problema?

(Leia Mais)

Posted in Notíciascomentários (0)

Tags: , , ,

Redução de danos ao alcance das comunidades



ENTREVISTA / Fabiana Lustosa Gaspar

Cartilha_reducao_danos_TOPO_0.jpgA Estratégia Saúde da Família (ESF) terá uma nova ferramenta no Rio de Janeiro a partir deste mês. Trata-se de um conjunto de materiais impressos baseados no princípio da redução de danos, que apoiarão as ações das equipes da ESF em seu trabalho com os usuários de álcool e outras drogas.

Os materiais foram desenvolvidos pela organização Viva Comunidade, que é responsável pela implantação da ESF por meio de 210 equipes que atendem a aproximadamente 800 mil pessoas em comunidades como Rocinha, Complexo do Alemão, Penha, Costa Barros e Ilha do Governador, entre outros.  ler mais

Posted in NotíciasComments Off on Redução de danos ao alcance das comunidades

Tags: , ,

Crack, um desafio social



ENTREVISTA / Luis Flavio Sapori

Luis_Flavio_Sapori_med.jpgDentre as drogas ilícitas mais consumidas no Brasil, o crack é a que gera mais usuários compulsivos. Segundo especialistas, os danos sociais, que o seu consumo e comércio causam são muito superiores àqueles provocados pela maconha, a cocaína em pó ou o ecstasy.

Na região metropolitana de Belo Horizonte, por exemplo, as implicações do crack na saúde e na segurança pública são tão significativas que se tornaram foco de uma grande pesquisa intersetorial realizada entre dezembro de 2008 e julho de 2010 pelo Centro de Pesquisas em Segurança Pública (Cepesp) da PUC Minas e o Centro Mineiro de Toxicomania/Fhemig, com financiamento do CNPq. O estudo resultou no livro “Crack – um desafio social” (Ed. PUC Minas), organizado por Luis Flavio Sapori e Regina Medeiros e lançado em dezembro passado. ler mais

Posted in NotíciasComments Off on Crack, um desafio social

Tags: , , , ,

Médicos desconhecem como tratar dependentes de crack



Conselho Federal de Medicina vai definir orientações para profissionais no primeiro semestre de 2011

O consumo de crack no Brasil se tornou uma epidemia e, por enquanto, está absolutamente fora do controle das autoridades e das famílias brasileiras. Políticas de prevenção, tratamento e repressão ainda pouco eficientes preocupam a classe médica, que precisa atender os que sentem o efeito devastador da droga e responder às angústias de famílias que chegam aos hospitais sem saber o que fazer com os filhos. Até agora, eles dizem não saber como fazer isso. ler mais

Posted in NotíciasComments Off on Médicos desconhecem como tratar dependentes de crack